Mensagem do padre » 05/09/2012

Bíblia: Palavra de Deus

Setembro, mês em que a igreja procura por meio de sua liturgia motivar os cristãos católicos para uma leitura e reflexão da Bíblia. É por meio da Palavra de Deus que a pessoa crente, que crê em Deus tem a possibilidade de crescer na fé e aumentar sua participação no evento salvífico do Pai.

Como podemos saber que Deus criou o homem e o salvou? Gênesis 1, 27 diz: que “Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus ele o criou, homem e mulher ele os criou…”. O homem foi criado à imagem de Deus porque recebeu dele (Deus) um poder sobre os outros seres vivos: inteligência, vontade, poder; o homem é pessoa. Prepara deste modo uma revelação mais alta; participação da natureza pela graça. Só podemos saber desta verdade de que Deus criou o homem e o cumulou de inteligência e vontade através de sua palavra revelada. E ainda lhe concedeu a capacidade de participar do seu infinito Amor pelo poder da graça que derramou em todos os corações, sempre respeitando o livre arbítrio.

Deus criou o homem e o colocou na sua cidade, o paraíso. Mas o homem por ter recebido de Deus a vontade, não soube usar bem desta faculdade e quis assim ultrapassar os limites (desobediência) colocados por Deus. “Nós podemos comer do fruto das árvores do jardim. Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: Dele não comereis, nele não tocareis, sob pena de morte”. O homem ao usar a faculdade de decidir por si mesmo o que é mal, e de agir consequentemente: reivindicação de autonomia pela qual o homem nega seu estado de criatura (cf. Is 5,20). Este foi o primeiro pecado de atentado à soberania de Deus um pecado de auto-suficiência, de orgulho. Esta atitude exprimiu-se concretamente pela transgressão de um preceito estabelecido por Deus e representado sob a imagem do fruto proibido.

Assim a palavra de Deus dá ao homem a plena condição de ser responsabilizado pelos seus atos, pois sabe que o mal está sempre tentando desviá-lo do caminho que leva novamente ao paraíso. Às vezes, o mal aparece com o nome de: serpente, dragão, diabo, satanás etc. E a vontade é uma das faculdades que Deus deu ao homem. Por isso que muitas vezes ouvimos dizer não estou com vontade ou estou com vontade, para isto o homem também recebeu o livre arbítrio para poder decidir sobre aquilo que quer fazer ou não.

Deus viu que o homem buscava, mas nunca se achava, e com isso também não encontrava o caminho de volta, por isso, enviou o seu filho, Jesus Cristo. Com a missão de redimir (lavar os pecados), isto é: dar novamente a graça dada na criação que ele havia perdido. “Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um Filho e o chamarão com o nome de Emanuel”, que significa: Deus conosco. Agora, Deus vem habitar entre os homens por meio de seu Filho e vem assumir a humanidade através de uma mulher.

O inesperado aconteceu:o homem não aceitou o Filho e Deus lhe concedeu a graça para que o Filho com a força do Pai vencesse o mal que tinha destruído a criação. Como Jesus venceu o fermento da maldade? Será que unidos a Jesus Cristo vencedor do mal, o homem também pode vencê-lo? Estes acontecimentos e muitos outros estão na Bíblia: Palavra de Deus. Vem se deliciar deste alimento salutar e assim, fazer a experiência de Cristo que salva o homem para Deus.

Leia e medite a Palavra de Deus
Responda: Como Jesus salvou a humanidade?

Padre Anísio Hilário