Catequese

Na paróquia Nossa Senhora Aparecida do Ipiranga, a Catequese de iniciação cristã divide-se por faixa etária:

    • dos 09 aos 14 anos (Catequese de Crianças);

Responsáveis: Antonio e Cristina

    • dos 14 aos 21 (Catequese de Jovens)
    • e a partir dos 21 anos (Catequese de Adultos).

Responsável: Luiza Moritani

A duração muda conforme a faixa etária:

  • preparação para crianças: 02 anos;
  • jovens: 01 ano
  • e adultos: 6 meses.

Divididas por faixa etária, a metodologia de Catequese busca adequar a linguagem de acordo com os níveis de compreensão de cada idade.

Horários:
Crianças: sábado, às 14h30; domingo, às 8h30
Jovens: domingo, às 16h
Adultos: sábado, às 14h

A missão da Pastoral da Catequese é iniciar crianças, adolescentes, jovens e adultos na fé cristã. Esta iniciação se dá, concretamente, através da formação cristã à luz dos Evangelhos, da celebração litúrgica e da vivência comunitária. Realizamos encontros semanais de formação, onde são apresentados temas do nosso cotidiano, iluminados pela Palavra de Jesus que nos traz a vontade do Pai, na força do Espírito, onde buscamos do verdadeiro sentido da vida e mudanças de atitude em relação a Deus, ao irmão e à irmã e à mãe Terra .

“A Catequese é uma educação da fé das crianças, dos jovens e dos adultos, a qual compreende especialmente um ensino da doutrina cristã, dado em geral de maneira orgânica e sistemática, com o fim de os iniciar na plenitude da vida cristã” (CIC 5).

“Na verdade. o crescimento interior da Igreja, sua correspondência ao desígnio de Deus, depende essencialmente da Catequese. Neste sentido, a Catequese deve ser considerada como momento prioritário na evangelização” (DGC 64).

Como processo permanente de educação da fé, visa o crescimento e amadurecimento progressivo, formando o cristão, em comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo e com os irmãos, mediante a adesão pessoal a Jesus Cristo e a aceitação do seu caminho de salvação e libertação.

A Palavra de Deus é o livro da Catequese por excelência, “transmitida na Tradição e na Escritura, porque a Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura constitui um só depósito inviolável da Palavra de Deus confiada à Igreja” (CT 27). O ofício de interpretar autenticamente a Palavra de Deus escrita ou transmitida foi confiado unicamente ao Magistério vivo da Igreja, cuja autoridade se exerce em nome de Jesus Cristo (DV 10).

Será uma Catequese cristocêntrica, isto é, centrada na pessoa de Jesus de Nazaré, “filho único do Pai, cheio de graça e de verdade” (CT 5), que conduz a um cristocentrismo Trinitário, confessando a fé em Deus: Pai, Filho e Espírito Santo (cf. DGC 29).

A finalidade definitiva da catequese é levar à comunhão com Jesus Cristo: só Ele pode conduzir ao amor do Pai no Espírito e fazer-nos participar da vida da Santíssima Trindade… Todo catequista deveria poder aplicar a si mesmo a misteriosa palavra de Jesus: ‘Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou’ (Jo 7,16)” (NCIC, 426-427).

Em sua origem, o termo “CATEQUESE” diz respeito à proclamação da Palavra. O termo se liga a um verbo que significa “Fazer” – “Ecoar” (gr. Kat-ekhéo). Assim a catequese tem por objetivo último fazer escutar e repercutir a Palavra de Deus. Desta forma, é missão da Igreja anunciar o Evangelho em todo o mundo, mas, em primeiro lugar, a Palavra de Deus deve ser anunciada aos seus próprios membros. É dentro da Igreja que se desenvolve a formação de seus membros, para que possam depois anunciar a todos a Palavra de Deus. Quando se fala em catequese, muitos pensam somente na catequese que se prepara as crianças à Primeira Eucaristia. Catequese hoje não se deve confundir com o “dar catequese”.

A catequese faz parte da ação evangelizadora da Igreja que envolve aqueles que aderem a Jesus Cristo. Catequese é o ensinamento essencial da fé, não apenas da doutrina como também da vida, levando a uma consciente e ativa participação do mistério litúrgico e irradiando uma ação apostólica. Segundo o Documento de Puebla (1979) e a afirmação dos Bispos do Brasil, a catequese é um processo de educação da fé em comunidade, é dinâmica, é sistemática e permanente.