Mensagem do padre » 09/12/2013

Natal: esperança renovada

adoratiopastores_2Olhando para trás, podemos ver muitas coisas boas e outras não tão boas: sonhos realizados e sonhos ainda por realizar; momentos de alegria, mas também momentos de tristezas. O importante é saber ver e perceber que em tudo foi depositado uma quantidade enorme de amor. O amor sempre nos faz acreditar na possibilidade da superação daquilo que nos fez sofrer, revelando um novo raiar do sol, dia que sempre inicia trazendo uma força, que muitas vezes as palavras são pequenas para explicar, é a alegria de sempre poder nascer de novo.

Assim, o Natal somos nós quando decidimos nascer de novo, a cada dia, nos transformando. Somos o pinheiro de natal quando resistimos vigorosamente aos tropeços da caminhada. Somos os enfeites de natal quando nossas virtudes, nossos atos, são cores que adornam. Somos os sinos do natal quando chamamos, congregamos e procuramos unir. Somos luzes do natal quando simplificamos e damos soluções. Somos presépios do natal quando nos tornamos pobres para enriquecer a todos. Somos os anjos do natal quando cantamos ao mundo o amor  e a alegria. Somos os pastores de natal quando enchemos nossos corações vazios com Aquele que tudo tem. Somos estrelas do natal quando conduzimos alguém ao Senhor. Somos os Reis Magos quando damos o que temos de melhor, não importando a quem. Somos as velas do natal quando distribuímos harmonia por onde passamos. Somos Papai Noel quando criamos lindos sonhos, pois sonhar é viver no amanhã melhor. Somos os presentes de natal quando somos verdadeiros uns com os outros. Somos cartões de natal quando a bondade está escrita em nossas mãos. Somos as missas do natal quando nos tornamos louvor, oferenda e comunhão. Somos as ceias do natal quando saciamos de pão, de esperança, qualquer pobre do nosso lado. Somos as festas de natal quando nos despimos do luto e vestimos a gala. Somos sim, a Noite Feliz do Natal, quando humildemente e conscientemente, mesmo sem símbolos e aparatos, sorrimos com confiança e ternura na contemplação interior de um natal perene que estabelece seu Reino em nós. Obrigado Jesus! Por vossa luz, perdão e compreensão.

Estamos todos nesta mesma estrada, como é bom poder nascer de novo e nascer com Jesus para sermos melhores. A todos os agentes de pastoral e paroquianos um fecundo nascimento.

Feliz e Santo Natal e um Ano Novo com a esperança renovada.

Pe.. Anísio Hilário (Pároco).

Conteúdo sem a opção de comentar.