Pastoral dos Coroinhas

acolitos

Coroinhas são crianças que auxiliam nas santas celebrações litúrgicas. A princípio, eram somente meninos, que nas celebrações antigas cantavam nos coros da igreja e eventualmente eram chamados para ajudar o celebrante; com o habito, os meninos assumiram este oficio.

Em 1994, o Santo Papa João Paulo II, autorizou a participação de meninas nas celebrações como coroinhas, lembrando sempre que este é um serviço que aflora a vocação religiosa das crianças.

O santo padroeiro dos coroinhas é São Tarcísio. Ele foi um coroinha que se martirizou tentando entregar a sagrada comunhão aos cristãos perseguidos pelos romanos. São Tarcísio era coroinha do Papa Sisto II, de quem recebeu e aceitou o pedido de levar cristo aos irmãos refugiados.

A função do coroinha é auxiliar nas tarefas das celebrações, para que elas se tornem mais fáceis para o celebrante e mais belas. Além disso o coroinha tem uma combinação de conhecimento teórico, prático e espiritual. Para o coroinha, é uma honra poder auxiliar nas celebrações e estar mais perto de Nosso Senhor.

A pastoral dos coroinhas da paróquia Nossa Senhora Aparecida do Ipiranga existe a mais de 15 anos, tendo sido fundada pelo Cônego Cosmo Maestri, segundo pároco desta igreja. A pastoral hoje, conta com mais de 20 integrantes entre coroinhas e cerimoniários.

 

 

Responsáveis: Gustavo e Laura