Notícias » 16/09/2016

Refugiados no Encontro pela Paz em Assis vão almoçar com o Papa

Além dos líderes de várias religiões, vencedores de Prêmios Nobel e expoentes intelectuais e da sociedade civil em geral, foram convidados para participar do Encontro Internacional pela Paz em Assis, de 18 a 20 de setembro, 25 refugiados.

Serão 10 hóspedes da Comunidade de Santo Egídio em Roma, 10 do Centro de Acolhimento de Requerentes de Asilo (Cara) de Castelnuovo di Porto e 5 da Caritas de Assis. Depois do almoço com o Papa, no refeitório do Sacro Convento dos Franciscanos, uma senhora armênia de Aleppo, na Síria, e refugiada na região da Toscana, subirá ao palco e tomará a palavra.

Abertura dia 18 com o Presidente da República

O evento, há 30 anos do primeiro, promovido por São João Paulo II, se intitula “Sede de Paz; religiões e culturas em diálogo” e será aberto em um teatro da cidade com a presença do Presidente da República italiana Sergio Mattarella.

Conclusão dia 20 com o Papa Francisco

O último dia terá a cerimônia com a presença do Papa, que chegará a Assis de manhã. Estão previstas uma oração e uma procissão pela paz, e na Praça inferior de São Francisco, os líderes religiosos farão suas saudações, inclusive Francisco. O programa prevê um momento de silêncio em memória das vítimas de guerras e terrorismo, a assinatura de um apelo pela paz, o acendimento de candelabros e no fim, um abraço de paz.

Por Rádio Vaticano