Mensagem do padre » 06/09/2016

Setembro, mês da Bíblia

38n1xzboc3ulsth1h0whadw8sQueridos irmãos e irmãs, Neste mês de setembro dedicado a bíblia gostaria de meditar com vocês a importância da Palavra de Deus em nossas vidas.

A Bíblia foi escrita por pessoas chamadas e escolhidas por Deus e que foram inspiradas através do Espírito Santo. Ela revela o projeto de Deus para o mundo; serve para que todos possamos crescer na fé e levar uma vida de acordo com o projeto de Deus.

Ela é a grande de Deus à Humanidade. A “Carta de Amor” Palavra de Deus nos revela o rosto de Deus e seu mistério. Ela é portadora de uma mensagem capaz de denunciar e anunciar. Ela denuncia as injustiças, os pecados, as situações desumanas, de pobreza, exploração e exclusão em que vivem tantos irmãos nossos.

Mas a Bíblia é, sobretudo, um livro de anúncio onde encontramos textos apropriados para todas as realidades.“Tua Palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho!”

Porque a palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração. Hb 4,12

Na passagem do Evangelho de Lucas, onde Pedro está pescando com seus irmãos e amigos, creio que ela nos ensina acerca da importância da Palavra.

“Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. Simão respondeu-lhe: Mestre, trabalhamos a noite inteira e nada apanhamos; mas por causa de tua palavra, lançarei a rede. ” (Lc 5, 4-5).

A profissão de Pedro era pescador, conhecia o mar e todas as artimanhas da pescaria, onde pescar, a que horas pescar, etc… Com certeza conhecia melhor a pescaria do que Jesus. Mas ele que estava aprendendo a confiar em Jesus e respondeu: “Mas por causa de Tua palavra lançarei as redes” (Lc 5,5).

O que acontece para quem vive atento à Palavra de Deus: “Feito isso, apanharam uma grande quantidade de peixes, de modo que as redes se rompiam. Acenaram então aos companheiros que estavam em outro barco, para virem ajudá-los. Eles, pois vieram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique” (Lc 5, 6-7).

Wagner Pecine
Coordenador da Equipe de Festas