Mensagem do padre » 03/07/2011

Férias… Mas não de Deus

A cidade se acalma no mês de Julho, por causa das férias escolares e mesmo de algumas empresas que fazem férias coletivas no meio do ano. O trânsito fica menos carregado, a qualidade do ar melhora um pouco, o barulho das crianças nas casas torna-se uma música de vida no dia-a-dia. Julho é tempo de férias.

É comum, muitos aproveitarem para viajar, conhecer novos lugares, novas pessoas. Tudo isso é muito bom. Melhora a qualidade de nossas vidas e nos renova para o segundo semestre. Mas há alguém que jamais podemos esquecer nesse tempo: nosso Deus.

Não é incomum que nesse tempo, em que relaxamos mais, relaxemos também da nossa amizade com Deus. Talvez por um esquecimento da cabeça que se esvazia um pouco deixamos de lembrar de nossas orações e daquilo que é mais importante: A Santa Missa.

Mas Deus não tira férias de nós! Mesmo esquecidos, mesmo na turbulência da frenética cidade ou na calmaria das merecidas férias, ele continua olhando por nós, nos amando e caminhando conosco. Não deixemos que essa relação se estremeça, não tiremos férias de Deus!

Por isso, quer ficando na cidade, quer viajando, procure a Igreja mais próxima, veja os horários das missas dominicais e aproveite ainda mais o seu descanso com Deus.

Aos que não tem esse descanso marcado, fica o alívio da cidade mais calma, da correria atenuada, da melodia das crianças que brincam o dia inteiro e da certeza da presença de Deus em todos os momentos.

É tempo de descanso para muitos, mas não para Deus. Ele não descansa e não se cansa de nos amar, de nos cuidar, de nos salvar.

Deus não tira férias. Vivamos sempre na presença Dele que jamais se afasta de seus filhos.

Pe. Pedro Luiz Amorim Pereira