Mensagem do padre » 04/10/2019

“Viva Mãe de Deus e nossa sem pecado concebida, salve a Virgem Imaculada, o Senhora Aparecida”

Sim, Maria é nossa grandiosa Mãe a qual todos os dias oferecemos nossa vida. Deixou-nos exemplo bonito de convivência e comunhão espiritual com Deus, através dos irmãos e irmãs. Venerada entre os cristãos especialmente os católicos é modelo de vida e de santidade.

Foi aquela que apontou o Cristo, o Messias. As suas festas e solenidades demonstram isso, vejamos:

No dia 08 de setembro celebramos a natividade de Nossa Senhora é sua memória é invocada como Mãe da Esperança para o mundo e aurora da salvação para todos os povos.

Visita a sua prima Isabel, festa do dia 31 de maio, onde na simplicidade é proclamada Mãe do Salvador e entoa do mais belo cântico da Bíblia; o Magnificat.

Maria é também, a mulher do sofrimento, Senhora das Dores, celebrada no dia 15 de setembro, logo após a festa da Exaltação da Santa Cruz.

Já no dia 02 de fevereiro é invocada a memória de Nossa Senhora, como aquela que apresenta seu filho que é luz para o mundo.

Algumas festas, celebradas de maneira local, ganharam lugar no calendário romano e agora são celebradas em todo o mundo.

 

O 12 de outubro

O Brasil no dia 12 de outubro venera Nossa Senhora da Conceição Aparecida, ganhou o título também das autoridades civis e eclesiásticas, de Padroeira e Rainha do Brasil.

O maior sinal de Nossa Senhora Aparecida é sair das águas e os peixes aparecem.

Ela é aquela que mostrou sua grandiosidade cuidando principalmente daqueles que não tinham quem cuidasse, os doentes, os pobres e desprotegidos.

 

A Igreja, serva e pobre

Cuidou o povo de Deus de um lugar digno, para a veneração de Nossa Senhora. Logo depois, os padres tiveram o cuidado de erigir uma capela e depois aquela bela basílica onde hoje é o Santuário Nacional de Aparecida.

A devoção criou laços em muitos lugares e chegou à colina do Ipiranga. Palco de inúmeros cenários históricos, agora vai acolher o belo templo.

Dom José de Gaspar Afonsenca e Silva, movido por zelo pastoral e visão evangelizadora deu posse ao novo pároco da “Parochia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida da Várzea do Ipiranga o digníssimo Pe. Mario Marques e Serra” e edificar aqui o belo templo neo gótico rico em detalhes que pudesse
acolher para todo o sempre a bela imagem que percorreu o congresso eucarístico de 1942.

 

O congresso de 1942

Em 1942 a Igreja do Brasil celebrou o 4º Congresso Eucarístico; o marco mais forte do catolicismo da cidade de São Paulo. Havia filas para confissão, centenas de crianças fizeram a primeira eucaristia. Imagino o clima de fé e respeito que a cidade vivia.

Padre Mario e os primeiros paroquianos, desbravaram a cidade com este belo templo. Zelaram para que
a imagem de Nossa Senhora fosse divulgada.

Hoje somos chamados a dar firmeza ao clamor que Maria faz ao seu povo para seguir seu Filho Jesus. “Fazei o que ele vos disser”

Convoco os católico de nosso bairro para participar do dia 12 de outubro. Prepare uma boa confissão, celebre com alegria a novena de Nossa Senhora Aparecida!

Pe. Zacarias José de Carvalho Paiva
Pároco e Reitor

 


Meus queridos voluntários(as),

Quero agradecer o sim dado com generosidade e comprometimento de vocês nesta 77º Festa de Nossa Senhora Aparecida. Foram meses preparando este dia para que fosse celebrado com toda dignidade que merece. Deus lhes abençoe por tudo. Agradeço, as inúmeras doações!!! Nós, padres e diácono do santuário, servidores do altar e do povo de Deus, agradecemos e rezamos por todos vocês!